Lendo um livro do guru oriental Osho, me deparei com um texto cujo título era somente RESPONSABILIDADE.

No inicio do texto ele simplesmente escreve: A PARTIR DESSE MOMENTO, COMECE A PENSAR EM VOCÊ COMO A CAUSA DE SUA VIDA E DE SEU MUNDO.

Confesso que fui abatido, e não pude deixar de ler o resto do texto, que dizia o que vou reproduzir agora:

“A infelicidade não tem causa externa; a causa é interna. Você insiste em atirar a responsabilidade para fora de si mesmo, mas isso é apenas uma desculpa.

Sim, a infelicidade é desencadeada de fora, mas o exterior não a cria. Quando alguém o insulta, o insulto vem de fora, mas a raiva está dentro de você. A raiva não é causada pelo insulto, não é o efeito do insulto. Se não houvesse a energia da raiva em você, o insulto permaneceria impotente. Ele teria simplesmente passado, e você não teria se perturbado por ele.

Causas não existem fora da consciência humana, elas existem dentro de você. Você é a causa da sua vida, e entender isso é entender uma das verdades mais básicas, entender isso é começar uma jornada de transformação.”

Claro que são dispensáveis todos os comentários. Mas enfim, não vou me furtar. Quantas vezes já jogamos a desculpa nos outros? Coisas do tipo, estou feliz por causa de fulano, estou infeliz por sua causa, sinto raiva de você, etc…

Pois é, o texto acima é claro: os outros somente podem despertar em nós, aquilo que em nós já habita.

Então, deixemos os outros despertarem em nós o melhor de nós, e sejamos cuidadosos com aquilo que de pior que nos habita.

Sempre que nos desgostarmos de alguém, sempre que sentirmos coisas ruins, despertemos para o fato de que, os outros não colocam isso em nós, só despertam, portanto, cabe a nós a reeducação emocional.

Devemos aprender a dominar nossos sentimentos inferiores. Precisamos nos responsabilizar por nós mesmos. E quando os outros despertarem em nós sentimentos bons e produtivos, vamos expressá-los. Quando não, devemos agradecer aos outros por nos fazer ver que ainda temos muito que evoluir.

Roberte Metring

(obra consultada: OSHO. Osho todos os dias: 365 meditações diárias. Campinas: Verus, 2003.)

__________________

Sucesso e paz.
Varekai (onde quer que seja)
Roberte Metring – CRP 03/12745

Não me peça explicações, não as tenho. Eu simplesmente aconteço.
Psicoterapia – Consultoria – Cursos – Palestras
 Docência – Supervisão
contato@psicologoroberte.com.br – www.psicologoroberte.com.br