A seguir seguem algumas dicas para você “pensar” o emagrecimento.

  1. O ser humano precisa decidir se quer ser controlador ou ser controlado. Para ser controlado não precisa pensar em nada, nem mesmo prestar atenção em coisa alguma. No nosso caso, a questão parece ser controlar ou ser controlado pela boca. Para um bom programa de emagracimento dar certo, é preciso CONSCIÊNCIA e RESPONSABILIDADE. É preciso ter responsabilidade sobre o ato de emagrecer, e abandonar a idéia de desejar ser emagracido(a). Não há nutricionista, preparador físico, médico ou psicólogo que possa fazer isso por você. Gosto de brincar que emagrecer é como fazer xixi: não adianta você mandar ninguém fazer por você. Ou será que adianta? Assuma sua responsabilidade, e faça o que somente você pode fazer: EMAGRECER..
  2. Nada de se propor a perder peso. Nosso cérebro não é programado para perder nada. Sempre que perdemos alguma coisa, mesmo que seja peso, ele vai dar um jeito de encontrar novamente. Por essa razão é que muitas vezes recuperamos em pouco tempo o peso que levamos dias para “perder”. Reprograme sua mente, seu cérebro, para EMAGRECER. Esse pequeno procedimento pode ser divisor de águas no processo. Em vez de se programar para perder 5 quilos, comece a se programar para EMAGRECER 5 quilos. Experimente e depois me deixe recado dizendo como foi a experiência.
  3. Não tenha medo da fome. A fome não mata, pelo menos não no Brasil. Fome é um recurso natural do organismo em busca de nutrição. Porém, há que saber discernir entre o que é fome e vontade de comer. Se você criar hábitos saudáveis e cronometrados de alimentação, a fome aparecerá nos horários em que você programou seu corpo. Toda fome que passar desse horário será fome de outra origem e que exige outra coisa. Passaremos a dizer que trata-se de uma fome psicológica. Fome orgânica se resolve com comida, fome psicológica com tratamento. A fome psicológica é derivada de quadros de ansiedade, depressão, angústia, medo, desprazer, etc. Quando estiver com fome coma. Quando estiver em estado de ansiedade é melhor respirar fundo algumas vezes, relaxar um pouco a mente, concentrar-se em pensamentos saudáveis, e, tomar água. Experimente sempre que sentir “vontade de comer” tomar um copo de água antes de colocar a comida na boca. Alimentar-se é comer algo. Nutrir-se é comer certo, tanto em quantidade como em qualidade.
  4. Muiitas pessoas dizem que engordam porque sentem prazer em comer. Bobagem. O prazer é derivado da qualidade e não da quantidade. Não é porque uma pessoa pratica sexo 10 vezes por dia que ela tem mais prazer. Ela tem mais orgasmos, somente isso. Uma relação sexual de muito boa qualidade, sem pressa, de forma “degustada” produz muito mais prazer. Assim é com a comida. Uma pequena refeição degustada com calma pode produzir muito mais prazer do que um monte de comida jogada “goela abaixo”. Quando se preparar para a alimentação priorize o tempo. Pegue pequena porção de comida, mastigue bem, saboreie, sinta o gosto de cada coisa. Preferencialmente não misture no mesmo garfo ou colher coisas e coisas tentando ter um paladar que não existe. Pegue alimento por alimento, mastigue, saboreie, sinta o gosto, a textura, etc. O prazer de comer mata a fome e não engorda. Se você fizer isso, vai perceber que precisa comer pouco e vai se sentir muito satisfeira(a) e sem dramas de consciência. E se você optar por aquele doce, aquela sobremessa ou outra coisa qualquer, faça isso de forma consciente. Tome a decisão de obter prazer com aquele quitute e desfrute-o, porque fará muito menos mal que ficar sofrendo mentalmente o desejo de não ter saboreado. Podemos comer de tudo e obter prazer, sem precisar comer tudo. Pequenas porções. O serviço de nutrição pode ajudar na preparação de um cardápio adequado às suas necessidades nutricionais e de prazer. Faça isso tudo sem ficar olhando na televisão, assistindo desgraças ou lendo jornais, ou ainda, discutindo com alguém coisas desagradáveis. Dê à refeição seu lugar e horário privilegiados. Também evite o celular. Ninguém vai morrer porque você não atendeu o celular naquele exato momento. Voê é importante para você ou não, afinal de contas? Depois você retorna a ligação. Quando às desgraças televisivas, você não precisa delas nem agora, nem depois.
  5. Por que você quer emagracer? Essa pergunta é fatal. Por que e por quem? Você deve assumir a responsabilidade de emagrecer pelo seu bem estar fisico, psiquico e mental, e pela sua saúde. Nâo faça isso por ninguém. Você deve ser sempre a pessoa mais importante dos seus planos.
  6. Algumas pessoas usufruem do que chamamos ganhos secundários da gordurinha. Ficam mais simpáticas, mais engraçadas, mais isso e mais aquilo. Quano emagrecem perdem a graça. Por isso é preciso pensar se você deseja mesmo emagracer, e se você não está acima do peso para usufruir de alguns beneficios que não conseguiria se fosse mais magrao(a). Por exemplo, algumas pessoas timidas tem na gordurinha em excesso sua marca registrada, que não conseguiriam se fossem magras. O serviço de psicologia pode ajudar na avaliação desses ganhos e na reprogramação mental para o emagrecimento.
  7. Uma higiene mental é importante. O que entra pelos seus olhos e pelos seus ouvidos é o que habita em seu cérebro. Se você  é chegado(a) em noticias ruins, catástrofes, fofocas malidicentes, comentários maldosos, etc…, pode viver em estado de tensão e estresse. Ambos vão provocar uma confusão hormonal, e entre outros, vai produzir o cortizol, que é o hormonio preferido do estresse, e que mais ajuda a engordar. Afaste-se de coisas ruins e maldosas, e mantenha seu cérebro e sua mente com imagens e mensagens positivas de vida. Ao acordar defina o que você quer para o seu dia, e não permita que algo ou alguém lhe afaste disso. Espero que você deseje muito ter um dia de paz e não deixe nada estragar isso. Pois a paz é o melhor remédio para tudo, inclusive para emagrecer.
  8. O processo de emagracimento é árduo e dificil. Leva tempo para fazer com que as células obedeçam à sua vontade de eliminar os quilos que estão sobrando em sua vida. Mas ele é gratificante e importatíssimo. Concentre-se no processo que o resultado aparece. Se você se concentrar no resultado sem prestar atenção ao processo, ficará em tal estado de ansiedade que porá tudo a perder.
  9. Aumente as fontes de prazer. Muitas pessoas tem na comida sua fonte de prazer. A concentração nessa fonte fará com que em qualquer circunstância recorra ao uso da boca para sorver pratos deliciosos. Não raro, pessoas gordinhas acabam fechadas em casa, e sem amigos. Procure manter amizades saudáveis, não abandone seus passeios em família ou com amigos, divirta-se com livros, teatro, cinema, boas conversas, e, acima de tudo, procure fazer tudo isso sem usar a comida como desculpa, nem mesmo a bebida, como álcool ou refrigerentes por um bom tempo. Não faça da comida sua única fonte de prazer e verá como os quilinhos vão embora sem pedir licença. Você ficará muito feliz com o resultado.
  10. Pratique atividades fisicas e relaxamentos. Procure um profissional preparador físico e crie um roteiro de atividades que você possa praticar diariamente, e pratique. Seja uma caminhada, bicicleta, corrida, um futebolzinho, uma brincadeira, não importa. Simplesmente pratique. Quanto ao relaxamento, 10 minutos por dia serão suficientes. Sente-se com a coluna ereta, pode ser numa cadeira mesmo. Não precisa de nenhum equipamento ou roupa especial. Inspire profundamente pelo nariz, e expire pela boca pelo menos 5 vezes, de forma lenta e ritimada. Deixe os pensamentos passarem por sua mente. Mas faça isso como se você fosse um expectador(a) de um filme. Não prenda, nem tente interpretar nenhum pensamento ou idéia, simplesmente deixe que venha e vá. Se não for dificil, procure imaginar uma bola de luz azul entre os olhos, ajudará muito a menter a concentração em algo que não é fruto do seu pensamento. A prática lhe levará à perfeição, e somente após pelo menos 30 dias de treinamento você começará a assumir o controle, porém, após o primeiro dia já sentirá os efeitos positivos de manter a mente livre. Se puder, repita o exercicio respiratório sempre ao acordar, ao meio do dia e ao deitar para dormir. Terá um sono mais reparador.
  11. Lembre-se do tripé do emagrecimento: 1) Nutrição Adequada; 2) Atividade Física; 3) Equilíbrio Psicológico.

__________________

Sucesso e paz.
Varekai (onde quer que seja)
Roberte Metring – CRP 03/12745

Não me peça explicações, não as tenho. Eu simplesmente aconteço.
Psicoterapia – Consultoria – Cursos – Palestras
 Docência – Supervisão
contato@psicologoroberte.com.br – www.psicologoroberte.com.br