O que é a NeuroPsicanálise?

Neuropsicanálise é um movimento dentro das neurociências e da psicanálise para combinar os conhecimentos de ambas as disciplinas e deste modo melhorar a compreensão das estruturas bio-neuro-psico-fisiológicas que suportam o comportamento humano normal e patológico com o intuito de melhorar a vida do ser humano através da sua auto-compreensão e/ou prática clínica nos casos de enfermidade psicológica ou neuropsicológica a partir dos procedimentos psicanalíticos mais atuais.

O que são as Neurociências?

Neurociências são o conjunto das várias disciplinas científicas que se dedicam ao estudo anatómico, fisiológico e físico-químico do sistema nervoso. Tradicionalmente, as neurociências tem sido vistas como um ramo da biologia. Entretanto, atualmente são consideradas como um aglomerado de ciências interdisciplinares que colaboram com outros campos do saber como a química, ciencia da computação, engenharia, linguística, matemática, medicina, filosofia, física, psicologia e muitas outras disciplinas conexas. O termo “neurobiologia” é usualmente usado alternadamente com o termo neurociência, embora o primeiro se refira especificamente a biologia do sistema nervoso, enquanto o último se refere à inteira ciência do sistema nervoso.

O que é a Psicanálise?

Psicanálise é um campo clínico e de investigação teórica da psique humana com um corpo de teorias e de paradigmas próprio independente da psicologia clínica, embora também inserido nesta iniciado e desenvolvido por Sigmund Freud, médico neurologista austríaco nascido em 1856 que se propõe à compreensão e análise do ser humano, enquanto sujeito consciente e inconsciente e abrange três áreas:

  1. um método de investigação da mente e seu funcionamento;
  2. um sistema teórico sobre a vivência e o comportamento humano;
  3. um método de tratamento psicoterapêutico.

Importante ainda é observar que em linguagem comum, o termo psicanálise é muitas vezes usado como sinônimo de psicoterapia ou mesmo de psicologia. Em linguagem mais própria, no entanto, psicologia refere-se à ciência que estuda o comportamento e os processos mentais, psicoterapia ao uso clínico do conhecimento obtido por ela – ou seja, ao trabalho terapêutico baseado no corpo teórico da psicologia como um todo – e psicanálise refere-se à forma de psicoterapia baseada nas teorias oriundas do trabalho de Sigmund Freud, de seus seguidores ou das várias escolas ditas psicanalíticas; psicanálise é, assim, um termo mais específico, sendo uma entre muitas outras formas de psicoterapia.

FONTE: ISPNP – Instituto Superior de Psicanálise e NeuroPsicanálise

__________________

Sucesso e paz.
Varekai (onde quer que seja)
Roberte Metring – CRP 03/12745

Não me peça explicações, não as tenho. Eu simplesmente aconteço.
Psicoterapia – Consultoria – Cursos – Palestras
 Docência – Supervisão
contato@psicologoroberte.com.br – www.psicologoroberte.com.br