Você usa sua mente, ou sua mente usa você?

Pode parecer incrível, porém a maioria de nós, que pensa usar a mente, é usado por ela. Basta ver a quantidade de pensamentos obsessivos e repetitivos que temos ao longo de um dia, e verificar como nossas condutas e decisões são tomadas em função de pensamentos que surgem em nossa cabeça, seja de conforto, segurança, satisfação, ou medo.

Estamos vivendo num mundo com menos doenças decorrentes da falta de saneamento, porque ao longo dos últimos 50 anos o saneamento virou uma questão de sobrevivência humana, ou resolvíamos isso, ou morreríamos todos, a maioria antes dos 20 ou 30 anos de idade.

Depois do saneamento, os processos de higienização ajudaram a manter a saúde em melhores condições, e os ambientes mais confortáveis.

Os banhos, as roupas limpas, os perfumes e as maquiagens nos permitem uma forma de apresentação social aceitável. Você sabe do que estou falando, pois sabe muito bem como é gostoso olhar para aquela garota, ou para aquele garotão bem vestido e cheiroso, certo?

No entanto, os consultórios dos psicólogos, psiquiatras, neurologistas e cardiologistas estão cada vez mais cheios de pessoas com alterações orgânicas por conta de não praticarem alguma forma de higiene mental.

Um velho ditado já dizia: por fora bela viola, por dentro pão bolorento. E até mesmo Cristo já falava no tal do sepulcro caiado, bonito por fora, mas por dentro sujo e insalubre.

Pois bem, saibam vocês que, pelo simples fato de reverter a situação e passar a controlar sua mente, você terá ganho muito em saúde e qualidade de vida.

Existem varias formas de praticar a higiene mental, como meditação, ioga, relaxamentos conduzidos, e tantos outros. Mas de alguma forma precisamos destinar tempo e espaço para tanto, e nem sempre temos os dois disponíveis, afinal, precisamos trabalhar, atender os filhos, cuidar da casa etc…

Então como fazer isso?

Vou dar uma dica que pode ajudar muito. Não vai limpar sua mente propriamente dita, dos lixos do passado, mas pode ajudar muito a não permitir o ingresso de mais lixo mental.

O convite aqui é: esteja presente.

Mande naquilo que você vai deixar entrar na sua mente.

Na vida diária é possível pôr isso em prática dando total atenção a qualquer atividade rotineira em que você esteja envolvido. Normalmente essas atividades rotineiras são utilizadas para chegarmos a algum objetivo não muito claro, agora vamos transformar isso.

Se você lavar as mãos, preste atenção ao que está fazendo. Sinta a temperatura da água nas suas mãos, deixe que o aroma do sabonete invada suas narinas, registre todos os sentimentos e sensação que está tendo ao realizar essa atividade. O mesmo se aplica ao banho. Tome um banho intencionalmente, conscientemente, perceba seu corpo, as sensações decorrentes da água, do esfregar, e assim por diante.

Vai subir uma escada? Preste atenção a cada passo, como você troca os pés, que parte do pé usa mais ou primeiro, o que sente, a distância que percorre. Preste atenção à sua respiração, à satisfação ou cansaço, não importa, tome posse de você. Saiba exatamente o que está mandando para seu cérebro, para sua mente.

Vai entrar no carro? Entre, sente e se permita um minuto para prestar atenção ao fluxo da sua respiração, em como seu corpo se amolda ao assento, como suas mãos pegam o volante, e assim por diante.

Vai comer uma maçã? Preste atenção à sua cor, à sua textura, cheire a maçã, sinta seu aroma, mesmo antes da primeira mordida. Ao morder, faça isso com calma, sinta seus dentes mordendo, sinta sua boca degustando a maçã, sinta o gosto, a textura.

Enfim, em cada pequena e rotineira atividade diária você pode praticar a presentificação do momento, você pode começar a dominar todas as sensações e sentimentos, você pode começar a administrar suas reações, descobrir o que é bom ou não para você, que atitudes lhe são mais prazerosas, e quais lhe são mais danosas.

De agora em diante, ninguém tem mais desculpa para deixar a mente dominar ou deixar entrar qualquer lixo para dentro dela.

Por curiosidade que seja, pratique esse exercício por 15 dias, e então terá descoberto um mundo em você e ao seu redor, que você desconhecia. Vai perceber mais calma interior, mais controle sobre os pensamentos obsessivos, mais controle sobre suas reações. Sua vida melhora, sua saúde melhora, seus relacionamentos melhoram.

Roberte Metring

__________________

Sucesso e paz.
Varekai (onde quer que seja)
Roberte Metring – CRP 03/12745

Não me peça explicações, não as tenho. Eu simplesmente aconteço.
Psicoterapia – Consultoria – Cursos – Palestras
 Docência – Supervisão
contato@psicologoroberte.com.br – www.psicologoroberte.com.br