A vida tem sentido único: seguir em frente, descobrir seus mistérios, e decifrar seus enigmas. Não tem como voltar, o caminho é de mão única.Resultado de imagem para sentido da vida
Se dirigir direito ganha tempo. Se correr muito perde a beleza da paisagem. Se for muito lento atrapalha os outros. Se não tomar cuidado cai um buracos, fura pneu, tem q ficar parado consertando vendo todo mundo passar na sua frente.
Se ficar em dúvida nos entroncamentos a vida para, mas o relógio não. Se tomar o caminho errado, não tem volta. Há  que aprender novos caminhos e reorganizar a rota, o tempo e os objetivos.
Nos caminhos da vida nunca sabemos qual é o ponto final, nem qual o fim do tempo. E podemos gastar todo o tempo parados, rodando em círculos e reclamando. Ou podemos seguir em frente apesar de todos os erros de percurso e obstáculos.
A vida por vezes parece um táxi. O taxímetro não para. Você pode pedir para parar, para o táxi esperar, ele espera. Mas vai cobrar mesmo assim.
Por vezes a vida parece um trem que é lento, as vezes parece um trem bala. E todos que estão ali vão parar no mesmo lugar, e depois vão se afastar cada um seguindo seu caminho. Então é melhor curtir a viagem.
As vezes a vida se parece com uma sabia senhora, com quem queremos passar horas conversando. As vezes se parece com uma histérica irritada de quem queremos distância.
As vezes se parece com uma prostituta que cobra pelo prazer que dá. As vezes se parece com uma amante generosa que nada cobra pelo que dá.
As vezes se parece com o paraíso, cheio de anjos e bondade. As vezes com o purgatório cheio de dor e sofrimento. Outras ainda com o inferno de onde se quer sair mas não se consegue.
As vezes se parece com a primavera cheia dos encantos, as vezes com o frio do inverno vindo do sul.
As vezes parece que a vida pode ser vivida na sua plenitude. As vezes parece que a vida lhe tira da lista que da direito a isso.
As vezes a vida parece obra da criação, as vezes da evolução.
Se Deus existe – e eu penso que existe – um dia ele deve ter dito:
– Vou lhe dar a oportunidade de viver uma aventura, de fazer uma viagem. O lugar é fantástico mas os caminhos são incertos. Você terá ajuda de alguns, e muito atrapalho de outros. Você vai chegar sem nada, mas nesse lugar tem tudo o que você precisar, é só procurar. E se não achar, tera tudo o que precisa para construir. Você terá muito tempo e muito espaço para explorar. Mas te dou a liberdade de ficar parado se desejar. Um dia você vai voltar, e não trará nada, porque tudo que tem la é para ser usado em beneficio da sua viagem, do seu passeio. Mas quando você voltar vai ter que deixar tudo lá  para outros viajantes usarem.
E continua Deus:
– Tudo o que vai importar na sua volta será o relatório da viagem. Você vai me contar das suas experiências. Vai me contar o que aprendeu. Vai me contar que transformação operou no ambiente. Vai me contar das pessoas com quem viveu essa aventura. Vai me contar como fez para transformar obstáculos em trampolins, como transformou tristezas em alegrias. Vai me contar sobre as pessoas que pôde ajudar a atravessar, vai me contar sobre as pessoas que te ajudaram. Vai me falar sobre as belezas que deixei para você nas praias, nas matas, nos céus, nas pessoas.
Enfim… o negócio é o seguinte: vá la e arrase! Não se perturbe com as pessoas que estão lá perdidas, desanimadas. Elas não entenderam nada do passeio que eu ofereci. Faça sua parte e entenda: estou lhe oferecendo um passeio. Deixei tudo pronto. Mas você pode melhorar o que desejar. Tudo o que você fizer la será em seu beneficio, ou em seu mal-estar.  A viagem é sua. Desejo que tenha muita coisa boa para me contar quando voltar.  Agora vá. Faça o melhor que puder sempre. Você só deve satisfação a mim.
E finaliza Deus:
– Vá e arrase. Não me deixe pensar que preparei tudo isso em vão. Boa viagem. Te espero no retorno.

Roberte Metring

____________________

Sucesso e paz.
Varekai (onde quer que seja)
Roberte Metring – CRP 03/12745

Não me peça explicações, não as tenho. Eu simplesmente aconteço.
Psicoterapia – Consultoria – Cursos – Palestras
 Docência – Supervisão
contato@psicologoroberte.com.br
www.facebook.com/RoberteMetring

www.facebook.com/BlogRoberteMetring