O estresse, como todos sabemos, de um lado é necessário, no entanto, de outro, pode ser mortal. Ver mais sobre o assunto clicando aqui.

Existem vários pesquisadores e cientistas que, nas ultimas duas décadas, tem se dedicado a estudar o efeito curativo da meditação, que não é somente curativo, mas também se mostra ótimo agente profilático contra várias formas de doenças associadas ao estresse.

Na relação das práticas meditativas e estresse, o efeito positivo é notado imediatamente no estado de humor da pessoa, porém, isso tem um fator subjetivo difícil de ser mensurado, a não ser pelo próprio relato daquele que passa pela experiência, que pode de alguma forma sofrer vários tipos de influência.

O Dr. Herber Benson, do Instituto Benson-Henry de Medicina da Mente e do Corpo de Boston, procedeu pesquisa sobre uma prática meditativa dos monges tibetanos do Himalaia, e avaliou sua eficácia cientificamente através da constatação de alterações nas atividades dos genes que controlam a inflamação decorrente de estado de estresse após uma prática meditativa supervisionada por ele mesmo. Os resultados foram surpreendentes e altamente positivos.

O vídeo a seguir de menos de 7 minutos, narrado por Morgan Freeman, é objetiva e altamente explicativo. Sugiro que assistam, e possam reelaborar seus conceitos sobre o poder da mente sobre os processos físicos.

Saúde e Paz.
Roberte Metring

___________________

Varekai (onde quer que seja)

Não me peça explicações, não as tenho. Eu simplesmente aconteço.
Psicoterapia – Consultoria – Cursos – Palestras
 Docência – Supervisão
contato@psicologoroberte.com.br
www.facebook.com/RoberteMetring

www.facebook.com/BlogRoberteMetring