Siga tranqüilamente entre a inquietude e a pressa, lembrando-se de que há sempre paz no silêncio.

Tanto quanto possível, sem humilhar-se, viva em harmonia com todos os que o cercam.

Fale a sua verdade mansa e claramente e ouça os outros, mesmo a dos insensatos e ignorantes – eles também têm sua própria história.

Evite as pessoas agressivas e transtornadas, elas afligem nosso espírito.

Se você se comparar com os outros, você se tornará presunçoso e magoado, pois haverá sempre alguém inferior e alguém superior a você.

Viva intensamente o que já pode realizar. Mantenha-se interessado em seu trabalho, ainda que humilde – ele é o que de real existe ao longo de todo tempo. Seja cauteloso nos negócios, porque o mundo está cheio de astúcia, mas não caia na descrença, a virtude existirá sempre. Muita gente luta por altos ideais e em toda parte a vida está cheia de heroísmos.

Seja você mesmo. Principalmente não simule afeição, nem seja descrente do amor, porque mesmo diante de tanta aridez e desencanto, ele é tão perene como a relva.

Aceite com carinho o conselho dos mais velhos, mas seja compreensível com os impulsos inovadores da juventude

Alimente a força do espírito que o protegerá no infortúnio inesperado, mas não se desespere com perigos imaginários – muitos temores nascem do cansaço e da solidão. E a despeito de uma disciplina rigorosa, seja gentil para consigo mesmo

Você é filho do universo, irmão das estrelas e árvores. Você merece estar aqui, e mesmo se você não pode perceber, a terra e o universo vão cumprindo seu destino.

Portanto esteja em paz com Deus, como quer que você o conceba. E quaisquer que sejam seus trabalhos e aspirações na fatigante jornada da vida, mantenha-se em paz com sua própria alma.

Acima da falsidade, dos desencantos e agruras, o mundo ainda é bonito – seja prudente.

Faça tudo para ser feliz.

_____________________________________

A palavra “desiderata” é de origem latina e quer dizer “coisas desejadas como essenciais”. É também o nome de um dos poemas mais lidos e conhecidos do mundo, que nos traz uma belíssima mensagem de fé, esperança e amor.

Escrito em 1927 pelo advogado e poeta americano Max Ehrmann, Desiderata foi bastante reproduzido durante anos a fio. Na década de 50, sua autoria ficou esquecida e deu origem à lenda de que datava do século 17. Isso ocorreu porque o pároco da Igreja de Saint Paul, em Baltimore, o Reverendo Frederick Kates, copiou o poema para os seus fiéis e posteriormente alguém o reproduziu, sem incluir o nome do autor, colocando a observação de que o poema tinha sido “encontrado na Igreja de Saint Paul, datado de 1692”. Na verdade, o ano de 1692 é o da fundação da Igreja de Saint Paul… Durante a guerra do Vietnã, os hippies adotaram o poema Desiderata como uma de suas bandeiras. O poema chegou mesmo a ser receitado por alguns médicos, que o consideravam tão inspirador a ponto de propiciar o re-equilíbrio da mente e do corpo.

FONTE: Ordem Rosacruz Dourados – AMORC

_____________

Sucesso e paz.
Varekai (onde quer que seja)
Roberte Metring – CRP 03/12745

Não me peça explicações, não as tenho. Eu simplesmente aconteço.
Psicoterapia – Consultoria – Cursos – Palestras
Docência – Supervisão
contato@psicologoroberte.com.br www.psicologoroberte.com.br